Psicográfico

Fonte: Wiki Contra o Acordo Ortográfico
Revisão em 20h01min de 16 de abril de 2019 por Pinho (discussão | contribs)
(dif) ← Revisão anterior | Revisão atual (dif) | Revisão seguinte → (dif)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Contra o Acordo[editar | editar código-fonte]

Nível sócio-cultural elevado[editar | editar código-fonte]

Falante de mais do que uma língua estrangeira que não o inglês. Altamente consciente da história da língua portuguesa. Conhece amplos étimos gregos e latinos.

Poder de compra muito elevado. Compra muitos livros, produtos culturais, e bilhetes para eventos culturais eruditos.

Nível sócio-cultural médio[editar | editar código-fonte]

Utilizador culto da língua portuguesa. Lê livros e traduções em língua portuguesa.

Gasta dinheiro em cultura. Compra livros regularmente.

Evita a exposição ao acordo ortográfico. Tem reduzido a sua compra de livros traduzidos, tendo passado a comprar mais nas respectivas línguas originais para evitar comprar traduções com o acordo.

Minimamente consciente da história da língua portuguesa. Consegue diferenciar elementos gregos de latinos.

Capaz de escrever sem dificuldade sem erros ortográficos — sem o acordo de 1990.

O estado de espírito face ao acordo ortográfico é de desgosto, e perda de sensação de identificação pessoal com a cultura portuguesa.

Nível sócio-cultural baixo[editar | editar código-fonte]

É contra o acordo «porque foi assim que aprendeu na escola». Passa muito tempo no Facebook.

Arrependido[editar | editar código-fonte]

Pessoa que defendeu previamente o acordo ortográfico, mas agora se encontra arrependido por

  1. Ver o que lhe foi prometido não resultou politicamente, e/ou
  2. Não gostar de como vê a língua portuguesa escrita
  3. Agora não saber escrever

Porque a cultura portuguesa penaliza socialmente as pessoas que mudam de opinião ou posições, o arrependido tem agora receio de declarar não ser mais um defensor do acordo ortográfico. Usa expressões que indicam poder estar em dissonância cognitiva[1], como «pois, se calhar a língua tem de evoluir».

Neutro[editar | editar código-fonte]

Predefinição:Esboço

Pró-acordo[editar | editar código-fonte]

Utilizador pobre da língua portuguesa. Não lê língua portuguesa. Tem interfaces de computador e telemóvel definidas em inglês. Usa muitos anglicismos. Compra poucos ou nenhuns livros em português.

Tem medo de ser «velho», e vê no acordo um rejuvenescimento. Acusa as pessoas contra o acordo de serem conservadoras, característica que o próprio vê, num juízo idadista, como própria duma idade avançada.

Na praça pública, argumenta com ad hominems dirigidos aos resistentes ao acordo, chamando-lhes, por exemplo, «Velhos do Restelo». Com a excepção da menção de que «dantes 'farmácia' já se escreveu com ph», nunca refuta com argumentos baseados em linguística, filologia, ou História da escrita.

Anti-intelectual, vê no acordo ortográfico uma vitória sobre os intelectuais. Por vezes, parece daí obter um prazer sádico.

Quando é duma área CTEM (Ciências, Tecnologia, Engenharia, e Matemáticas), vê o acordo ortográfico como uma nova versão de software e, portanto, melhor.

Deferente à autoridade, seguindo o acordo por «imperativo político».

Quando tem filhos, acha que deve adoptar o acordo «porque é o que as crianças estão a aprender agora».

Coagido[editar | editar código-fonte]

Pessoa relutante, mas obrigada a adoptar o acordo ortográfico pela sua entidade patronal. Toda a função pública foi a primeira coorte, violando a promessa política de que ninguém seria obrigado a adoptá-lo.

Os professores do ensino público, em particular Predefinição:Stub

Apesar de não precisarem, as empresas começaram não só a adoptar gradualmente o AO, como a impor a sua adopção aos seus funcionários.

Por ser um dependente económico da sua entidade patronal, e lhe ser difícil praticar a desobediência civil, vive o desgosto privado, com declarações de luta realizada na esfera privada, como «Mas em casa eu ainda escrevo sem o acordo», também a sugerir a presença de dissonância cognitiva.

Referências[editar | editar código-fonte]